Após mais de dois anos de trabalho com a AfricArXiv, temos o prazer de apresentar uma visão geral do nosso trabalho. Você encontra mais detalhes e informações em 

Citar como: Ahinon, JS, Ksibi, N., Havemann, J. et ai. (2020, 25 de setembro). AfricArXiv - o Repositório Escolar Aberto Pan-Africano.

https://doi.org/10.31730/osf.io/56p3e 

Como signatários do Iniciativa de Helsinque sobre Multilinguismo, pela Declaração de São Francisco sobre Avaliação de Pesquisa (sfDORA), o Iniciativa de revisão rápida por pares C19 e o Princípios Africanos de Acesso Aberto na Comunicação Acadêmica promovemos a diversidade linguística, a integridade da pesquisa e a transparência na publicação científica africana.

Por que precisamos de um repositório acadêmico para a África?

A visão e missão do AfricArXiv incluem fomentar a comunidade entre os pesquisadores africanos, facilitar as colaborações entre pesquisadores africanos e não africanos e aumentar o perfil da pesquisa africana no cenário internacional. 

Estamos tornando a pesquisa africana visível em todo o mundo, aumentando assim a colaboração em todo o continente e também desencadeando a pesquisa interdisciplinar. Isso é alcançado por parceria com organizações estabelecidas e renomadas dentro e fora da África que se especializam em comunicação científica, construção de capacidade, desenvolvimento de tecnologia acadêmica e networking - todos os quais servem para a descoberta de resultados e realizações de pesquisas africanas, bem como para a construção da reputação dos perfis dos pesquisadores africanos. 

Nossas conquistas até agora

Em abril de 2018, a semente para AfricArXiv foi plantada durante a 2ª cúpula AfricaOSH em Kumasi, Gana com este histórico Tweet:

Em junho do mesmo ano, juntamos forças com o The Center for Open Science e lançamos um serviço de pré-impressão de marca. No início de 2020, estendemos nossa plataforma de acesso aberto a um comunidade

coleção no Zenodo e iniciou uma parceria com ScienceOpen, com quem estamos correndo Pré-impressões AfricArXiv e a curadoria de uma coleção de Pesquisa COVID-19 da e sobre a África.

Pouco depois disso e como uma resposta inovadora e imediata à pandemia, fizemos uma parceria com Grupo de Futuros do Conhecimento para fornecer uma plataforma para pré-impressões audiovisuais no PubPub. Em seguida, planejamos adicionar Figshare e PKP / OPS à lista de repositórios de nossos parceiros.

Uma vez que trabalhamos para fomentar a comunidade entre pesquisadores africanos, ficamos animados em lançar uma petição em 2019 para assinar o Princípios africanos para o acesso aberto à comunicação científica https://info.africarxiv.org/african-oa-principles/. A petição está em andamento, então você ainda pode adicionar seu nome a ela. Publicado sob licença CC-BY, qualquer pessoa pode compartilhar e adaptar os princípios, dando o devido crédito 'Princípios africanos para o acesso aberto à comunicação científica, conforme acordado pelos signatários', fornece um link para os princípios e indica se alterações foram feitas.

Anunciamos nossas parcerias estratégicas com a Instituto de Pesquisa e Educação Abertas Distribuídas Globalmente (IGDORE), Mapa de conhecimento aberto e ScienceOpen. ORCID e AfricArXiv iniciaram esforços conjuntos para ajudar cientistas africanos no avanço de suas carreiras por meio de identificadores exclusivos

Desde o início da pandemia em março, coletamos, criamos e disseminamos uma grande variedade de recursos, ideias e orientações sobre COVID-19 na África

Recebemos e aceitamos cerca de 200 envios no total em nossos repositórios de parceiros.

Roteiro 2021-2023

Através da construção de uma infraestrutura de descoberta aberta, transparente, confiável, eficiente e descentralizada, nosso objetivo é apoiar a conectividade de acadêmicos africanos - e bolsas africanas - para um público mais amplo. Como parte dos planos para um futuro próximo, pretendemos diversificar ainda mais as ferramentas e aplicativos para trabalhar com padrões e metodologias inovadores e aplicáveis ​​globalmente para cumprir nossa missão de garantir a propriedade africana dos dados africanos. Nos próximos três anos, queremos aumentar ainda mais a criação de redes e parcerias no crescente ecossistema de Ciência Aberta da África e estabelecer o AfricArXiv como uma plataforma de acesso aberto descentralizada e auto-hospedada e intercontinental. Prevemos que os vários repositórios acadêmicos que hospedam conteúdo africano se tornem interoperáveis ​​e funcionem com várias partes interessadas para esse objetivo. O roteiro completo pode ser encontrado em africarxiv.org/roadmap.

Contribua, apoie e envolva

A construção e gestão do AfricArXiv envolve despesas com recursos humanos, desenvolvimento de tecnologia, serviços de parceiros, serviços de terceiros como hospedagem na web, taxas de ferramenta de comunicação digital, etc. De 2018 a 2020, essas despesas foram cobertas por contribuições financeiras diretas principalmente pelos membros da equipe principal, participação em conferências e isenções de taxas de serviço de parceiro e uma força de trabalho em espécie altamente dedicada por parte da equipe AfricArxiv mais ampla e usuários. 

Estamos trabalhando para manter as inscrições acessíveis para pesquisadores individuais e é por isso que precisamos de apoio.

Nossos fluxos de receita planejados incluem parcerias institucionais, crowdfunding, treinamento, serviços de consultoria e capacitação
As contribuições financeiras para AfricArXiv podem ser feitas via PayPal, mPesa, débito direto e transferência online. Para detalhes, veja https://info.africarxiv.org/contribute/.

As contribuições online podem ser colocadas em https://opencollective.com/africarxiv via cartão de crédito ou transferência bancária: doações anônimas também são possíveis.


1 Comentários

AfricArXiv e COS fazem parceria para apoiar a pesquisa pan-africana - AfricArXiv · 22 de outubro de 2020 às 8:51

[…] Este mês, o AfricArXiv resumiu as realizações e o roteiro para os próximos 1-3 anos. Você pode apoiar e construir em direção à sua sustentabilidade via [...]

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sed Aenean mattis consectetur et, ut